Chega a Belém a versão 2.0 do OrCam MyEye, dispositivo que permite ao deficiente visual ler e reconhecer rostos e objetos


A Mais Autonomia Tecnologia Assistiva acaba de lançar a versão 2.0 do OrCam MyEye,  tecnologia revolucionária que oferece independência às pessoas com deficiência visual, com déficit de leitura ou com dislexia. O aparelho fotografa, escaneia e transforma textos em áudio imediatamente. Não será mais necessário pedir para alguém ler uma revista, livro ou jornal, pois o OrCam MyEye fará isso. O mesmo vale para placas de rua, cardápios de restaurantes, nomes de lojas, mensagens do celular, folhetos etc.

Dotado de uma câmera inteligente intuitiva montada na armação dos óculos do usuário, o dispositivo OrCam MyEye é o único que reconhece textos e produtos previamente cadastrados com um simples apontar de dedo. Após o reconhecimento, o dispositivo retransmite a informação imediatamente e discretamente no ouvido do usuário por meio de um fone de ouvido pessoal.  O reconhecimento de textos ocorre em qualquer superfície que tenha números e letras. Já o reconhecimento de produtos acontece a partir do cadastro de até 150 itens.

A geração 2.0 incorpora muitos novos aprimoramentos: é mais leve (pesa apenas 22,5 gramas); captura textos em distância maior do que na versão anterior e, por ser dotado de leds, pode operar também no escuro. Além disso, possibilita atualizações pela internet, identifica produtos por meio de códigos de barra e está disponível nos idiomas português, inglês e espanhol.

O equipamento conta com uma tecnologia avançada de reconhecimento de faces que auxilia o usuário a identificar as pessoas ao seu redor, gerando mais sociabilidade. É possível cadastrar até 150 rostos. Neste caso, não é preciso apontar, pois o reconhecimento é automático. Sempre que o usuário passar por uma pessoa cadastrada, o dispositivo informará o nome, revelando quem está à sua frente.

O aparelho reconhece cores com um simples toque na roupa, ajudando o usuário a comprar ou escolher o traje do dia a dia. Também possui reconhecimento automático de notas de dinheiro e informa hora e data sempre que o usuário girar o punho como se estivesse com um relógio.

 “Nossa missão é capacitar pessoas com deficiência visual ou com alguma dificuldade de leitura, inclusive, dislexia, para que possam estudar, trabalhar e viver suas vidas com independência", ressalta Ziv Aviram, cofundador, presidente e CEO da OrCam, empresa israelense que criou o dispositivo. "Para oferecer mais qualidade de vida aos nossos usuários, a OrCam continuará a inovar e contribuir para a humanidade por meio da oferta de tecnologia de visão artificial".

Segundo dados do IBGE, o Brasil tem cerca de 6,5 milhões de deficientes visuais, que poderão ser beneficiados com a revolucionária tecnologia.

Mais informações sobre o produto estão disponíveis no site www.maisautonomia.com.br.


COMPARTILHAR:
← Anterior Proxima  → Página inicial

Nenhum comentário:

Postar um comentário